Amanda Gurgel

Onde assino?

A repercussão desses vídeos só mostram que o problema é URGENTE. É deplorável a situação dos professores, e sinceramente não entendo como uma classe tão importante de trabalhadores possa ser ignorada assim.

O professor é o primeiro contato entre o ser humano e o conhecimento, é a base da carreira de qualquer um. Sem professores não há profissionais de nenhuma área, basicamente. Realmente, é um peso muito grande ser professor, e infelizmente eles não recebem incentivo algum para o exercício de suas atividades.

Como disse Amanda Gurgel, o problema hoje está banalizado. Quem não lembra da famosa frase do programa humorístico A Escolinha do Professor Raimundo, dita por Chico Anysio, que interpretava o professor? Ser professor e ser mal remunerado virou a mesma coisa!

Não podemos mais ver isso como uma realidade, o problema é muito sério. Como podemos ser um país desenvolvido sem uma boa base educacional?

Um artigo interessante sobre o tema: Afinal, qual é o problema da educação?

Anúncios

6 thoughts on “Amanda Gurgel

  1. A professorinha do Rio Grande do Norte falou e disse. Ela tornou-se na verdade numa porta-voz da classe oprimida, sujugade professores País afora. O exemplo que essa moça nos traz ocorre com a imensa maioria dos trabalhadores. Salários limitantes da condição de vida, péssimas condições de trabalho e assédio de todos os tipos.
    Ótima publicação.
    Só me diga o que queres dizer com “Não podemos mais ver isso como uma realidade…”?? Não entendi.

  2. Gunnar diz:

    Eu sabia que a constituição de 88 era comuna, mas não tanto. Se o princípio constitucional de igualdade contido na CF realmente se refere a igualdade de fato (embora eu discorde), então está realmente mais do que na hora de eu vazar dessa pocilga de país.

    • O princípio da Igualdade é amplo, logo, abrange o conceito de igualdade (material e formal). Segundo José Afonso da Silva, um princípio fundamental é o “mandamento nuclear de um sistema”.
      Em seu livro, “Curso de Direito Constitucional Positivo”, Afonso da Silva ainda aponta que: “Nossas constituições, desde o Império, inscreveram o princípio da igualdade, como igualdade perante a lei, enunciando que, na sua literalidade, se confunde com a mera isonomia formal, no sentido de que a lei e sua aplicação tratam a todos igualmente, sem levar em conta as distinções de grupos. A compreensão do dispositivo vigente, nos termos do art. 5°, caput, não deve ser assim tão estreita.”
      Se para você, igualar grupos sociais é assim tão ruim, tão maléfico, então realmente espero que o Brasil não seja o país para você, pois o país só tem a perder com gente que prefere manter as desigualdades sociais. E dica: dê uma pesquisada básica sobre o princípio da igualdade, ok? Ir no google não mata, e ainda te previne de falar sobre o que não sabe.

    • Mano Paiva diz:

      Caro Gunnar, a CF de 88 não é comunista, está longe de sê-lo, é em verdade bem liberal. Nós bem que tentamos fazer com que ela fosse pelo menos igualitária, mas os donos do Poder (cf. Raimundo Faoro) não largarão o pirulito tão fácil assim. A luta será, e está sendo renhida, palmo a palmo. A igualdade de direito preconizada pela CF-88 não é um fato. Isso já sabemos pela prática do Direito: o que acontece com o ladrão parlamentar ou judiciário e com o ladrão de carteira? onde e como foram tratados Nicolau Neves, José Dirceu, Palocci e qualquer outro ladrãozinho de bairro? A isonomia do tratamento está aí para vermos.
      Agora quanto a abandonar o país, pocilga de país como tu falas, só se tu achares outro bem-aventurado lugar para …. chafurdar!
      abraços estrangulantes!
      Manopaiva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s